ÚLTIMAS NOTÍCIAS

SAIBA QUAIS DEPUTADOS QUE POSSUEM ELEITORES EM OURINHOS E VOTARAM A FAVOR DA CRIAÇÃO DO FUNDO DE 1,7 BILHÕES PARA PROPAGANDA ELEITORAL COM DINHEIRO PÚBLICO


Na noite do dia (4), a Câmara dos deputados aprovou fundão público eleitoral de R$ 1,7 BILHÕES, que seguiu para sanção do presidente Temer.

DEPUTADOS FEDERAIS QUE VOTARAM SIM PARA A CRIAÇÃO DO FUNDO COM DINHEIRO PÚBLICO:
  • 5599 - WALTER IHOSHI (PSD) = 2.184 votos em Ourinhos
  • 1322 - ARLINDO CHINAGLIA (PT) = 1.577 votos em Ourinhos

DEPUTADOS FEDERAIS QUE VOTARAM NÃO PARA A CRIAÇÃO DO FUNDO COM DINHEIRO PÚBLICO:
  • 2200 - CAPITÃO AUGUSTO (PR) = 19.049 votos em Ourinhos
  • 2222 - TIRIRICA (PR) = 1.910 votos em Ourinhos
  • 2255 - MILTON MONTI (PR) = 1.602 votos em Ourinhos
  • 1000 - CELSO RUSSOMANNO (PRB) = 1.440 votos em Ourinhos

Câmara dos deputados conclui votação da reforma política e aprova projeto com todas as regras eleitorais para 2018, onde proibiram o telemarketing e criaram uma espécie de Refis para multas eleitorais.

VEJA OS PRINCIPAIS PONTOS DO QUE FOI APROVADO NA CÂMARA:

  • FUNDO: Cria o Fundo Eleitoral com financiamento público
  • FUNDO 2: Critérios de distribuição dos recursos do novo fundo com recursos públicos
  • PERDÃO DE DÍVIDAS Os partidos políticos e as pessoas físicas ou jurídicas devedoras de multas eleitorais poderão, no prazo de até noventa dias da publicação desta lei, quitá-las com desconto de noventa por cento sobre o valor devido, desde que efetuado o pagamento à vista.
  • TELEMARKETING: Proíbe a propaganda por meio de serviços de telemarketing.
  • ÓDIO: Aplicativos são obrigados a retirar das redes sociais publicações denunciadas que tenham mensagens de ódios e ofensas nas campanhas.
  • LARANJAS: Proíbe as chamadas candidaturas laranjas.
  • AVULSOS: Proíbe candidaturas avulsas.
  • VOTO IMPRESSO: Sai o texto que previa a adoção do texto impresso apenas em 2022. Na prática, fica a regra existente de entrar em vigor em 2018.
  • PROPAGANDA PAGA: Permite o chamado impulsionamento de conteúdo, ou seja, propagandas pagas.
  • EVENTOS: Permite a arrecadação de recursos para a campanha com a realização de eventos.
  • ARRECADAÇÃO: Antecipa de agosto para 15 de maio o prazo para os candidatos começarem a arrecadar recursos.