ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sérgio Delfino sofre ATENTADO, após ter sido ameaçado por várias vezes


Na noite da última quarta para quinta feira, o Jornalista e Repórter Sérgio Delfino, sentiu na pele a maldade de pessoas que não querem que seu trabalho social de mostrar os problemas da cidade sem mentiras, continue.

Desde o início do trabalho social realizado por Sérgio Delfino na cidade de Ourinhos, pessoas ligadas na atual administração municipal, entre elas cabos eleitorais das eleições de 2016, hoje em grande parte cargos comissionados do prefeito Lucas Pocay, realizaram ofensas e injúrias em comentário nas redes sociais e em vídeos postados em seus próprios perfis e páginas. Sérgio Delfino também foi vítima de calúnia e difamação (BO nº 3407/2017 ocorrido em 28/10/2017).

Além das ofensas, Sérgio Delfino já foi agredido fisicamente por funcionário de uma das empresas que presta serviços para a prefeitura de Ourinhos. Em outros momentos, também sofreu ameaças verbais e intimidações.

Nos últimos trinta dias, as ameaças verbais ocorreram com maior frequência tentando de alguma forma fazer com que o jornalista e repórter Sérgio Delfino pare de mostrar os problemas da cidade de Ourinhos que são de responsabilidade da prefeitura municipal.

A ousadia é tamanha, pois chegaram a deixar um bilhete ameaçador no portão da residência onde Sérgio Delfino mora, residência esta que fica situada à 10 km do centro da cidade (BO nº 3404/2017 ocorrido em 06/11/2017).



Desta vez o fato se caracterizou como um atentado, pois colocou a vida do Jornalista e Repórter Sérgio Delfino em risco. Na noite de quarta para quinta feira desta semana um veículo de cor preta com placas não identificadas, em alta velocidade, faróis alto ligados, na contramão no final da estrada da Cesp, forçou Sérgio Delfino que conduzia sua motocicleta a sair fora da pista para não se colidir frontalmente. Na queda, Sérgio Delfino sofreu lesões no tornozelo, joelho, quadril e ombro esquerdos, além de quebrar a clavícula (BO nº 2846/2017 ocorrido em 23/11/2017).



Neste momento, bens materiais não fazem a menor diferença apesar de terem sido registrados. O importante é que Sérgio Delfino está bem e manda um recado para quem não quer que os problemas da cidade de Ourinhos sejam mostrados: “Para você que conduzia esse veículo, ou mesmo para quem foi o mandante, eu NÃO vou parar de mostrar os problemas da cidade e NADA que tente fazer irá me impedir!”