PORTAL DE CONTEÚDO

PNEUMOLOGISTA FALA SOBRE AS DOENÇAS DO INVERNO E AS MELHORES FORMAS DE PREVENÇÃO





A chegada do frio e a baixa umidade do ar são fatores que contribuem para o aparecimento das doenças de inverno, como gripes e resfriados, amidalites, pneumonias, rinites alérgicas entre outras. Crianças e idosos são os mais afetados com essas enfermidades, mas existem alguns cuidados que ajudam a minimizar os efeitos que essas doenças geram na saúde e no bem-estar.

A Clínica e Pneumologista, Dra. Flavia Rifam Ambrosio, traz dicas importantes para evitar as enfermidades do inverno, com simples atitudes que podem ser iniciadas dentro de casa mesmo como lavar as mãos com frequência e beber bastante água, além de buscar a proteção através da vacinação.

Quais são as doenças mais comuns de se contrair no inverno?

As doenças mais comuns no inverno são: gripe, resfriado, rinossinusite, faringite, bronquite e pneumonia.

Além da descompensação das doenças pulmonares crônicas, como DPOC, bronquiectasia e asma brônquica.

Isso ocorre porque com a chegada do inverno, o frio e o tempo seco propiciam uma menor dispersão dos poluentes levando a uma piora na qualidade do ar. Além de essa condição contribuir como um fator irritante das mucosas respiratórias, isso associado à tendência de aglomeração em locais fechados faz com que as infecções respiratórias aumentem a sua incidência neste período do ano. Vírus e bactérias acabam se transmitindo de pessoa a pessoa com maior facilidade, causando alguns surtos e até epidemias.

Quais são os cuidados básicos que devemos ter com a saúde no inverno?

Os cuidados básicos são:
  • Vacinação antigripal é uma importante ferramenta para prevenção de agravamento da doença;
  • Evitar a permanência em locais fechados e aglomerados. Isso porque o vírus fica suspenso no ar por até 24 horas e os bacilos por 48 horas;
  • Lavar frequentemente as mãos com água e sabão e se possível usar álcool gel;
  • Evitar mudanças bruscas de temperatura;
  • Evitar contato com fumaça de cigarro ou outros poluentes;
  • Beber bastante água;
  • Lavar e secar ao sol roupas de inverno guardadas há tempos, assim como mantas e cobertores. Isso é importante devido à presença dos ácaros;
  • Para pacientes portadores de doença respiratória crônica, manter o tratamento de maneira regular.

A vacinação realmente é uma das melhores formas de se prevenir contra a gripe?

A vacinação contra a gripe é a forma mais eficiente para a redução do impacto da doença. Porém não evita que os pacientes adquiram uma infecção viral.

Isso ocorre porque a vacina é fabricada a partir dos três principais tipos de vírus Influenza, a Influenza A H1N1, Influenza A H3N2, e a Influenza B. Ela não previne contra novos vírus ou vírus mutantes.

Portanto, a vacinação antigripal é um eficiente protetor e deve ser administrada principalmente naquelas pessoas com os fatores de risco.

Quem tem pressão alta também  deve redobrar os cuidados nessa época do ano?

Existe um determinado grupo de pacientes que são enquadrados como grupo de risco.Esses grupos de risco deverão sim redobrar os cuidados nessa época do ano assim com tomar a vacina antigripal.

Os grupos de riscos são:
  • Grávidas em qualquer idade gestacional, puérperas até duas semanas após o parto (incluindo as que tiveram aborto ou perda fetal);
  • Adultos ≥ 60 anos;
  • Crianças < 5 anos;
  • População indígena aldeada ou com dificuldade de acesso;
  • Indivíduos menores de 19 anos de idade em uso prolongado de ácido acetilsalicílico.

Indivíduos que apresentem:
  • Pneumopatias (incluindo asma);
  • Pacientes com tuberculose de todas as formas;
  • Cardiovasculopatias (excluindo hipertensão arterial sistêmica);
  • Nefropatias;
  • Hepatopatias;
  • Doenças hematológicas (incluindo anemia falciforme);
  • Distúrbios metabólicos (incluindo diabetes mellitus);
  • Transtornos neurológicos e do desenvolvimento que podem comprometer a função respiratória ou aumentar o risco de aspiração (disfunção cognitiva, lesão medular, epilepsia, paralisia cerebral, síndrome de Down, acidente vascular encefálico – AVE ou doenças neuromusculares);
  • Imunossupressão associada a medicamentos (corticoide ≥ 20 mg/dia por mais de duas semanas, quimioterápicos, inibidores de TNF-alfa) neoplasias, HIV/aids ou outros;
  • Obesidade.

Dentro de casa quais atitudes devem ser tomadas para evitar as doenças no inverno?

Os principais cuidados no domicílio são: Lavar frequentemente as mãos com água e sabão e se possível usar álcool gel; Evitar contato com fumaça de cigarro ou outros poluentes como fogão a lenha; Beber bastante água; Lavar e secar ao sol roupas de inverno guardada há tempos, assim como mantas e cobertores. Isso é importante devido à presença dos ácaros; Expor ao sol travesseiros e colchões semanalmente.

Beber bastante água e consumir alimentos quentes, além de esquentar o corpo, faz bem para a saúde nesse período frio?

Hidratar o corpo adequadamente pode diminuir em até 80% o risco de contágio e complicações causadas pela gripe. Manter as mucosas do nariz, da boca e dos olhos úmidas ativa uma função que funciona como filtro de barreira contra o vírus.

Portanto, a ingestão de água é fundamental nessa época do ano. A ingestão de chás e sopas quentes não evitam a infecção viral porém trazem um bem estar ao paciente.

FONTE: Assessoria de Imprensa Santa Casa

WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 – WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699