ÚLTIMAS NOTÍCIAS

MENINO SOBREVIVE APÓS SER PICADO POR COBRA CASCAVEL DUAS VEZES SEGUIDAS EM JATAÍ




Cobra cascavel e locais onde Carlos Henrique Oliveira foi picado.(Divulgação/G1)

Uma pessoa que pode dizer que nasceu de novo é o pequeno Carlos Henrique Oliveira, de apenas dois anos. O menino sobreviveu após ser picado duas vezes por uma cobra da espécie cascavel no município de Jataí, sudoeste do Goiás. O garoto ficou com o corpo dormente, mas já está se recuperando de forma positiva.


O acidente aconteceu quando o garoto estava com os pais na casa de amigos da família. “A cobra pegou ele uns dois metros longe de mim. Ela estava atrás de umas grades do galinheiro na chácara. Foi um piscar de olhos”, disse o pai da criança, Leonardo Carlos Mazer Nogueira.


Ele foi picado em dois pontos da perna. Rapidamente, o pai conseguiu socorrer o filho e levar para o hospital. Ele conseguiu, inclusive, capturar a cobra e levar para a unidade de saúde, o que facilitou a equipe médica a identificar o animal e determinar qual o soro adequado.

O veneno chegou a causar dormência em várias partes do corpo. Carlos não conseguia falar e nem abrir os olhos. Ele ficou três dias internado e, agora, segue o tratamento em casa, tomando antibióticos.


O médico infectologista Hélio Ranes Filho explica que algumas atitudes devem ser evitadas na hora de se prestar socorro às vítimas desse tipo de acidente. "Algumas pessoas tendem a querer cortar com uma faca para ajudar a espremer e tirar o veneno. Isso pode piorar e causar uma infecção no local", contou.

Carlos Henrique Oliveira, de apenas dois anos. (Divulgação/G1)

A mãe da criança, Sheila Oliveira, conta que está aliviada com a recuperação do filho. Ela lembra que temia que o filho pudesse ficar com sequelas.


"Um menino nessa idade sofrer duas picadas de cobra cascavel e sobreviver é um milagre", disse.

Carlos Henrique Oliveira já medicado. (Divulgação/G1)