PORTAL DE CONTEÚDO

CARNAVAL ACENDE ALERTA PARA DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS





A preocupação deve existir no ano todo, mas no carnaval se intensificam as campanhas de prevenção a doenças sexualmente transmissíveis. Neste ano, o Ministério da Saúde lançou a campanha “Pare, pense e use camisinha”, que prevê a distribuição de 12 milhões de preservativos masculinos com uma identidade visual repaginada, que mira principalmente os homens de 15 a 39 anos (e que almeja frear a disseminação da Aids).


De acordo com dados do Ministério da Saúde, entre brasileiros de 20 a 24 anos do sexo masculino, a taxa de detecção desse vírus cresceu 133% entre 2007 e 2017. E 73% dos novos casos de Aids atingem os homens de 15 a 39 anos.


Por outro lado, o Boletim Epidemiológico de HIV e Aids, divulgado no fim do ano passado, indica que a epidemia dessa doença está estabilizada no Brasil. Foram diagnosticados 18,3 casos a cada 100 mil habitantes em 2017.

Dr. Lucas de Moraes Soler, Especialista em Nefrologia pela Unesp de Botucatu e que atua no Serviço de Terapia Renal de Ourinhos, explicou sobre a doença e como são adquiridas. “A sigla DSTs significa Doenças Sexualmente Transmissíveis. Hoje, são chamadas de ISTs (infecções sexualmente transmissíveis) de acordo com a última nomenclatura dada pela OMS (Organização Mundial de Saúde). Isso porque as pessoas estão sujeitas a contrair infecção mesmo sem sinais e sintomas clínicos. Como o próprio nome diz, são infecções adquiridas através da relação sexual sem proteção. Sua transmissão pode ocorrer através do sexo vaginal, oral e anal”.


O especialista em Nefrologia citou algumas dicas para se prevenir das DSTs. “A prevenção das DST’s se dá através do uso de preservativos durante o intercurso sexual. Dessa forma, o uso de camisinha (feminina ou masculina) previne as DSTs. Além do uso de preservativos, é importante salientar a vacinação contra algumas DSTs, tais como a hepatite B e o HPV”.

De acordo com Dr. Lucas de Moraes Soler, a falta de prevenção contra as DSTs pode trazer sérios riscos à saúde das pessoas.  “A DST pode levar a alterações importantes no estado de saúde do indivíduo que a contrai. Dentre as DST’s, podemos destacar as hepatites virais (B e C), o HIV (vírus que leva à AIDS) e até mesmo infecções genitais (gonorréia, DIP e outras)”.

Por fim, Dr. Lucas de Moraes Soler enfatizou que a prevenção contra as DSTs não devem ocorrer apenas no carnaval, mas também ao longo da vida. “O uso de preservativos e vacinação deve estar presente sempre”, orientou.



WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 – WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699 - WHATSAPP (14) 99606-1699