ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FAIXAS DE PEDESTRES VERMELHAS E BRANCAS CAUSAM POLÊMICA EM OURINHOS

Pinturas foram feitas para conscientização no trânsito, diz a Prefeitura. Mas, segundo o Código de Trânsito Brasileiro, a travessia deve ser branca.

Faixas vermelhas e brancas na avenida Dr. Altino Arantes, esquina com a rua Antônio Carlos Mori, em Ourinhos. (Foto – Divulgação/Sérgio Delfino)

A Prefeitura de Ourinhos (SP) pintou de vermelho e branco várias faixas de pedestre, informando que se trata de um novo projeto de conscientização no trânsito. A medida causou polêmica, porque de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a travessia deve ser apenas branca. A pintura está irregular, porque até o fundo da faixa foi pintado.

As faixas de pedestres pintadas de vermelho e branco podem ser vistas em vários pontos do centro de Ourinhos e alguns bairros nas lombofaixas. Entretanto, muitos motoristas não sabem o que as cores significam. “Eu acho que não atrapalha, mas não sei o porquê dessas cores”, disse o vendedor José Antônio. “Não sei se está na norma padrão de trânsito”, questionou a operadora de telemarketing, Evelin Cristina.

Problema

Segundo a Prefeitura, as faixas pintadas de vermelho e branco são para conscientização no trânsito. Mas a pintura por inteiro, sem a aderência asfáltica entre as linhas da faixa de pedestres, elimina o atrito necessário para pneus de veículos, principalmente motocicletas. Em dias de chuva, não somente existirá risco de derrapagem e possíveis quedas de motocicletas, mas pessoas com limitações em locomoção e idosos, correm sérios riscos de caírem.

Para o especialista em trânsito, José Leomar Fernandes Junior, a diversidade de cores pode confundir o motorista.

“Qualquer sinalização fora do padrão pode causar uma distração e essa distração causar acidentes. A lei pode ser mudada, mas não pode ser desrespeitada”, disse o professor do Departamento de Engenharia de Transportes da Universidade de São Paulo (USP).

Legislação

Segundo o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a cor vermelha no fundo das faixas está em desacordo com o Manual Brasileiro de Sinalização. De acordo com o (CTB), o vermelho só deve indicar uma ciclovia, ciclofaixa ou locais de paradas em hospitais ou farmácias.

O Prefeito

Em postagem na rede social Facebook, o Prefeito Lucas Pocay (PSD), comentou:

“FAIXA VIVA - RESPEITE O PEDESTRE E O CICLISTA
Novo programa para conscientização no trânsito.”

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a travessia deve ser apenas branca, como na faixa da rua Dr. Altino Arantes, esquina com rua Dos Expedicionários. (Foto – Divulgação/Sérgio Delfino)