ÚLTIMAS NOTÍCIAS

EXTREMA POBREZA ATINGE 2083 FAMÍLIAS OURINHENSES

Além dos programas sociais como o bolsa-família, muitas famílias ourinhenses recebem auxílio de entidades como os Vicentinos, Associações Espíritas e outras

Ourinhos têm 2.083 famílias vivendo em situação de extrema pobreza. (Foto - Divulgação/Jornal Biz)

Ourinhos possui 2.083 famílias vivendo em extrema pobreza. Segundo dados do Cadastro Único do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), essa situação é a de quem vive com menos de R$89 por mês.

O Cadastro Único é um sistema de informações do Governo Federal que reúne informações pessoais e de condição de vida de famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, e também serve como parâmetro para inscrição em programas sociais.

Base de dados do Ministério do Desenvolvimento Social. (Foto - Reprodução/Jornal Biz)

No mês de setembro, Ourinhos possuía 7.426 famílias com renda de até meio salário mínimo, o que equivale a R$499 por mês. Esse número de famílias representa 19.727 pessoas assistidas. De agosto para setembro, 327 famílias deixaram de fazer parte do Cadastro.


Comparativo regional. (Foto - Reprodução/Jornal Biz)

Na atual gestão municipal, o menor índice de pobreza foi alcançado em setembro de 2017, com 6.334 famílias em tal situação. Em dezembro de 2014 eram 11.930 famílias cadastradas.

Área na rua José Emídio Vicente, próximo à vila São Luiz, concentra famílias que necessitam de benefícios sociais. (Foto - Divulgação/Jornal Biz)

Números do Bolsa Família em Ourinhos. (Foto - Reprodução/Jornal Biz)

Além dos programas sociais como o bolsa-família, muitas famílias ourinhenses – especialmente as que possuem crianças e idosos – recebem auxílio de entidades como os Vicentinos, Associações Espíritas e outras. Apesar disso, criar condições para as famílias ultrapassarem o limite de extrema pobreza é um desafio que a cidade precisa enfrentar.

FONTE: Jornal Biz