ÚLTIMAS NOTÍCIAS

DESDOBRAMENTO DO CASO EMANUELLE NÃO TRÁS BOAS NOTÍCIAS




Comoção e orações da população de toda a região se concentram na busca por Emanuelle

Polícia intensifica buscas a Emanuelle, que brincava na praça do Bode, em Chavantes. (Foto - Reprodução/Redes Sociais)

🌐 A Redação | Ourinhos/SP


Por volta das 17h00 de sexta-feira (10), Emanuelle Pestana de Castro de apenas 8 anos, desapareceu entre os bairros Cohab e Três Cantos na cidade de Chavantes (SP) enquanto brincava em um parquinho na praça do Bode, situada na rua Alfredo Gomes Figueiredo, bem próximo de sua casa.

Segundo informações da família, Emanuelle brincava com uma amiguinha na praça do Bode e de tempo em tempo era observada pela mãe, Fabiana. Em determinado momento, sua amiguinha foi embora, deixando a criança de apenas 8 anos sozinha e justamente nesse intervalo, entre a saída de sua amiguinha e a observação da mãe, ela não foi mais vista.


Diante do seu desaparecimento, a família entrou em desespero, procurando a delegacia de polícia para registrar o desaparecimento da criança. O BO (Boletim de Ocorrência) foi registrado, e diante dos fatos, policiais do plantão, chefiados pelo Dr. Pedro Teles da CPJ - Central de Polícia Judiciária de Ourinhos (SP), deslocaram-se para a cidade de Chavantes (SP) para iniciarem investigação.

Chegando na cidade de Chavantes (SP), testemunhas foram ouvidas pelos policiais, visando identificarem detalhes para iniciarem buscas.


Deste momento em diante, a família iniciou uma corrente pelas redes sociais, divulgando o desaparecimento de Emanuelle. Foram dezenas de milhares de compartilhamentos em sites e pessoas de toda a região. Chavantes (SP), Ipaussu (SP), Ourinhos (SP), Jacarezinho (PR), Piraju (SP), Canitar (SP), Assis (SP), Marília (SP), Bauru (SP), entre diversas outras cidades realizaram a divulgação.

No sábado (11) as buscas se intensificaram através da Polícia Militar, familiares e amigos, pela cidade de Chavantes (SP). Diante de uma informação extra oficial, as buscas foram direcionadas para a cidade de Canitar (SP), pois havia sido supostamente vista próximo ao Banco do Brasil da cidade de Chavantes (SP), com uma criança daquele município.


Com buscas intensas através do apoio do canil e de uma equipe do SICOE (Sistema Integrado de Comando e Operações em Emergência) de Marília e empenho nas divulgações nas redes sociais, o sábado (10) estava quase no fim, quando as buscas foram encerradas temporariamente devido ao cair da noite.

Segundo informações da família, Emanuelle no momento do desaparecimento trajava um vestido branco e chinelo havaianas e estava com os cabelos amarrados estilo “rabo de cavalo”.

O domingo (12) iniciou novamente com buscas por Chavantes (SP) e região, visando localizar a pequena Emanuelle, pois até o presente momento não houve boas notícias, pois nenhuma nova informação sobre o paradeiro da criança foi identificada.

A população pode ajudar a polícia com pistas ou informações úteis ligando de maneira anônima no número 181. Os moradores também podem entrar em contato com a PM através do 190 e com a Polícia Civil, pelo 197. Ainda poderão falar com a Dhyesica Dias através do celular (14) 9 9702-5831.