ÚLTIMAS NOTÍCIAS

PROFESSOR É ENCONTRADO MORTO EMBAIXO DA CAMA EM CIDADE VIZINHA DE OURINHOS




Corpo de Antônio Carlos Barbosa Richter, o professor Kall, estava em avançado estado de decomposição

Professor Kall não era visto havia uma semana e foi encontrado morto em sua casa. (Foto - Divulgação/Arquivo pessoal)

🌐 A Redação | Ourinhos/SP


A Polícia Civil aguarda pelo resultado da necropsia feita pelo Instituto Médico-Legal (IML) de Jacarezinho no corpo do professor Antônio Carlos Barbosa Richter, 45 anos, para esclarecer a causa da morte do docente. O corpo de Kall, como era popularmente conhecido, foi encontrado por policiais militares na tarde de segunda-feira (3), acionados por vizinhos que sentiram a falta do morador havia uma semana e um mau cheiro muito forte vindo de sua residência.


Os policiais chegaram à casa do professor na avenida Elson Soares, por volta das 17h40. O corpo de Kall foi encontrado embaixo de uma cama em seu quarto sem sinais de agressão ou indícios de suicídio, suspeita levantada por pessoas próximas ao docente em razão de mensagens publicadas por ele em sua rede social na semana passada ao falar sobre depressão. “Chorar calado, pensar quieto e desabafar com as paredes. Rotina diária de quem é forte e ainda consegue colocar um sorriso rosto”, escreveu o professor em sua timeline em tom de desabafo.


Kall era filho de professores de família tradicional em Fartura (SP) e deixa dois filhos pequenos. Ele morava em Carlópolis, cidade a 74 quilômetros de Ourinhos, onde lecionava física na Escola Estadual Carolina Lupion.


A ex-aluna Evelym Navarro usou a rede social para lamentar a morte do professor. “Estou sem acreditar que você se foi, um dos melhores professores que já tive, que marcou não só a minha vida como a de vários outros alunos! Vou sempre me lembrar com muito carinho dos momentos em sala de aula, quando você transformava uma simples aula chata de física em diversão, você ensinava de um jeito que todos aprendiam, você era único no que fazia! A física perdeu hoje um grande professor! Descanse em paz…”.

O corpo do professor Antônio Carlos Barbosa Richter foi sepultado no início da tarde desta terça-feira (4) no Cemitério Municipal de Fartura.

FONTE: Tribuna do Vale (clique aqui)