ÚLTIMAS NOTÍCIAS

COVID-19 - OS NÚMEROS EM OURINHOS, NO BRASIL E NO MUNDO




Número de casos de COVID-19 no Brasil chega a 6.836 e mortes somam 241

Números de casos COVID-19. (Foto - Reprodução/Portal Notícias Ourinhos)

🌐 A Redação | Ourinhos/SP


O número de casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus no Brasil subiu para 6.836 na quarta-feira (1), de acordo com os dados do Ministério da Saúde. O número de mortes por COVID-19 chegou a 241. O índice de letalidade ficou em 3,5%.

Até terça-feira (31), o Brasil contabilizava 201 óbitos e 5.717 casos confirmados da doença. Os novos casos somaram 1.119, um pouco menos do que os 1.138 novos no balanço de terça-feira (31).

As mortes estão assim distribuídas pelos estados brasileiros: São Paulo (164), Rio de Janeiro (28), Ceará (8), Pernambuco (8), Piauí (4), Rio Grande do Sul (4), Paraná (3), Amazonas (3), Distrito Federal (3), Minas Gerais (3), Bahia (2), Santa Catarina (2), Rio Grande do Norte (2), Alagoas (1), Maranhão (1), Mato Grosso do Sul (1), Goiás (1), Paraíba (1) e Rondônia (1).


A Espanha registrou, pelo sexto dia consecutivo, mais um recorde de mortes causadas pelo novo coronavírus: nas últimas 24 horas, 950 pessoas morreram, totalizando 10.003 óbitos no país desde o início da crise da COVID-19. Nos Estados Unidos, foram 800 mortes em um dia e, embora prefeitos de algumas cidades (como Los Angeles) tenham recomendado à população que só saia de casa usando máscaras de proteção, o item esgotou nas farmácias e mercados. Em todo o mundo, já são quase um milhão de pessoas infectadas pelo vírus Sars-Cov-2, sendo 951.901 infectados, 47.522 mortes e 195.929 curados.


NENHUM CASO CONFIRMADO: Na cidade de Ourinhos, a Santa Casa informou através de sua assessoria de imprensa, boletim (Atualizado em 01 de abril de 2020, às 17h30), que a cidade contabilizou 142 casos suspeitos de (coronavírus, gripe ou dengue) na quarta-feira (01). Outros 29 casos foram descartados. Há três pacientes internados, um na UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Duas mortes estão em investigação. E informou também, que nestes números estão contabilizados os monitoramentos de qualquer paciente que apresentar sintomas de gripe, dengue ou COVID-19.

FONTES: Agência Brasil, El País e Santa Casa de Ourinhos